A Revolução do Hidrogênio

Representação do Átomo de Hidrogênio

O Hidrogênio é o elemento mais abundante no Universo e principal combustível das estrelas

Em alguns momentos chaves da história humana, algumas descobertas nos fazem avançar exponencialmente em direção ao nosso destino desbravador; Podemos citar o domínio do fogo ou a invenção da roda, bem como a difusão da escrita ou o desenvolvimento da matemática.

Agora, como antes, estamos prestes a alterar para sempre o nosso entendimento de mundo, e nosso poder sobre a natureza. Estamos relativamente perto de dominar o motor de criação das estrelas.

O que há de tão especial nisso?

A existência e a interação entre a matéria estão condicionadas à fontes geradoras e transformadoras de energia. A própria vida depende dos processos biológicos que a sustentam, e estes, de fontes abundantes, como elementos químicos específicos, calor, gases atmosféricos e energia solar.

Nosso planeta depende especificamente da energia que provém do sol, e este por sua vez é alimentado por um processo físico chamado fusão nuclear.

Por ser enorme, o sol possui uma gravidade que é capaz de esmagar os átomos de hidrogênio uns contra os outros, causando a fusão dos núcleos e transformando-os em um outro elemento com o núcleo mais pesado, o hélio; O restante do processo é liberado em forma de energia. Muita energia. O sol é uma gigantesca bomba nuclear.

Desde o início do século XX, descobrimos que podemos extrair estas quantidades de energia ao explorar as propriedades atômicas de certos elementos. A equação de Einstein, E=MC2, nos diz que matéria e energia são diferentes manifestações da mesma coisa, e que assim como o sol, podemos converter poucas quantidades da primeira em imensas liberações da segunda.

O problema é que ainda não conseguimos controlar o dispêndio desta energia, o que nos limita a utilizar este grande poder somente para a produção de bombas, onde a reação em cadeia básica libera todo o potencial energético proveniente da fusão.

Quando conseguirmos controlar esta liberação, seremos capazes de prover uma energia limpa e barata, na qual a origem é o elemento mais abundante do Universo, o hidrogênio.

Energia elétrica para a indústria, residências, veículos e calefação, são só exemplos do produto final daquilo que vamos desfrutar; As disputas internacionais sobre o monopólio da energia, tentem a se extinguir à medida que a tecnologia se popularize. Os custos de produção irão cair e não dependeremos mais de fontes de combustíveis poluentes, como os da matriz atual.

Mas o quanto distante estamos deste sonho? Alguns acreditam que neste século ainda, conseguiremos. Desde a década de 50, existem em alguns centros avançados de pesquisa, protótipos de reatores de fusão, chamados Tokamak. Estes reatores são capazes de iniciar a fusão e mantê-la por alguns milisegundos.

Ainda é pouco, mas a pesquisa científica continua à todo vapor, embora crises financeiras possam, de tempos em tempos, atrasar este desenvolvimento.

Mas é claro que devido à capacidade sem precedentes de radical transformação do mundo frente à essa descoberta, existem temores de que o monopólio das nações desenvolvidas sobre essa tecnologia, possa escravizar o resto da humanidade, em uma dependência total. O temor é fundado, mas devemos observar que, talvez para a nossa própria sorte, a humanidade está evoluindo e este prêmio só virá quando alcançarmos uma condição menos radical do que ocorreu no século XX.

Literalmente, roubaremos o fogo dos Deuses.

Esta entrada foi publicada em Astronomia, Física, Mundo, Política. ligação permanente.

3 respostas a A Revolução do Hidrogênio

  1. Isis diz:

    Para mim é a própria indústria do petróleo que está impedindo que se chegue a um resultado satisfatório nessas pesquisas. Perder esse monopólio seria desastroso para muita gente. Esse é o negócio lícito mais rentável do mundo! Claro que produzir energia a partir de uma matéria prima que (ainda) é quase de graça pode ser mais rentável ainda, mas você acha mesmo que todo um império formado ao redor do petróleo vai largar mesmo esse osso??

  2. Já passou anos e anos, mas ainda o sistema capitalista, que domina neste planeta, não quer revelar a verdade de que a própria água (H2O; dois hidrogeno e um oxigeno), ou seja, já é energia. Falando a verdade, a pesquisa já reformulou a energia da água; a única força que impede é nada mais que o sistema de dinheiro, de capitalismo, o qual, de certa forma, faz o equilíbrio de manter o presente sistema econômico… Se não for este equilíbrio, já estaria desempregado agora … rsrsrs.

  3. Rodrigo Nunes Cal diz:

    Parabéns Leandro! O seu Blog está muito bom! Muito Obrigado por acessar o meu site e deixar o seu importante comentário! Obs: O texto O Vazio dos Átomos não é de minha autoria. Saúde e Paz!

    Atenciosamente,

    Rodrigo Nunes Cal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s