Precisamos ser Carnívoros?

Carnívoros

É uma questão evolucionária?

Sabe-se que o ser humano evoluiu como espécie dominante deste planeta a partir da sua capacidade de se adaptar e transformar o meio ambiente, mas ainda se debate qual foi o verdadeiro motor desta adquirida inteligência. Suspeita-se, no meio científico, que um dos pilares desta transformação tenha sido a inserção do consumo de carne, dentre os nossos ancestrais.

A carne, um alimento protéico, fez com que o cérebro humano aumentasse consideravelmente em termos de proporção em relação aos outros animais. Um exercício simples para se constatar tal fato, é a percepção de que os animais mais inteligentes, são aqueles que possuem uma dieta rica em proteína, ou seja, carnívoros.

É inegável que o sabor, aroma e textura de um filé, preparado sob determinado requinte, traz um imenso prazer àquele que mantém uma dieta normal, no entanto, quando paramos para analisar do que se trata aquilo que estamos prestes a ingerir, em quase 100% das vezes, abstraímos a ideia de que se trata de parte de um cadáver, abatido de forma, muitas vezes, antiética e insalubre.

É fato que ainda existe fome no mundo e que bilhões de seres humanos dependem do consumo de carne para manterem-se saudáveis e alimentados, mas isso não implica, necessariamente, em simplesmente fecharmos os olhos para os meios como aquele alimento chega até nós.

Durante nossa evolução como espécie, estamos abdicando cada vez mais do nosso passado instintivo-animal e caminhando em rumo de um destino onde a ética e moral assumem cada vez mais espaço dentre nossas escolhas conscientes;

Achamos o canibalismo uma prática ultra-asquerosa, no entanto, esta nada mais é do que uma trava ética, que nos impede de nos alimentarmos de nossos semelhantes.

Até que ponto iremos continuar criando animais sencientes para o nosso próprio benefício? Que direito temos de causar dor e sofrimento a outros seres, habitantes do nosso mundo e dos quais compartilhamos uma acestrabilidade evolucionária e grande parte do nosso DNA?

Agora que já somos capazes de sintetizar materiais e brincar com aromas e sabores, eu prevejo um futuro onde nossos descendentes nos verão como vemos os primeiros hominídeos; Com certo nojo para o fato de nos alimentarmos primitivamente devorando a carcaça de outros animais. No futuro, nosso alimento será 100% sintético e limpo, desprovido de qualquer culpa e nutricionalmente perfeito.

Até lá, o que podemos fazer? Reduzir o consumo de carne, baseados em uma evolução de princípios, e nos adaptarmos a uma dieta mais vegetal, fazendo substituições mais inteligentes e saudáveis. É um desafio e nos coloca em posição de lutarmos, não só com o meio social em que vivemos, mas basicamente com nosso próprio instinto animal.

Esta entrada foi publicada em Biologia, Filosofia, Mundo, Opinião. ligação permanente.

3 respostas a Precisamos ser Carnívoros?

  1. Além de correr atrás de satisfazer a ilusão do paladar, pelos sofrimentos dos inocentes seres viventes, ainda cultiva e espalha a crueldade; e mais, também, como se fosse pregando martelo na cabeça em forma da conseqüência o que traz ingerir sangue, gordura, adrenalina e outras químicas dos stress… Em palavra direta: doenças… Também, ambos o sadismo e o masoquismo são envolvidos.

    Valeu, Leandro, gostei… Continue ser vegetariano; você está ajudando diretamente e indiretamente para diminuir esta crueldade; além de ter saúde mais equilibrada.

  2. Isis diz:

    Não podia deixar de comentar esse post.
    Para variar concordo com a idéia, os motivos, mas (graças a Deus) não concordo com o todo, pq assim não teria graça.
    Essa história do cérebro maior não me convence, os grandes carnívoros do mundo só estão no topo da cadeia alimentar, não desenvolveram nenhuma outra capacidade de raciocínio.
    Não acredito que o alimento sintético seja a solução dos problemas, ficaríamos nas mãos de grandes produtores. A solução que vejo é o retorno aos alimentos produzidos de forma menos impactante à natureza (os orgânicos), um retorno ao consumo consciente de tudo (desde comida até tecnologia e roupas), assim seria possível alimentar todas as pessoas do mundo, temos espaço e tecnologia para isso, só precisamos que as pessoas se conscientizem. Você já começou a fazer a sua parte. Um passo de cada vez! Parabéns!

    • Leandro diz:

      Obrigado Isis.
      Realmente, existem teorias de que o cozimento dos alimentos e não somente a ingestão de carne, podem ter permitido uma melhor digestão, liberando mais calorias e aumentando o tamanho do nosso cérebro. Mas ainda não há consenso. Segundo a corrente predominante da comunidade científica, o aumento de proteína na nossa dieta permitiu que nosso corpo destinasse mais recursos ao nosso sistema nervoso. Hoje, cerca de 30% a 40% daquilo que comemos vira energia para fazer o cérebro funcionar. Sem o aumento na ingestão de carne, isso jamais teria sido possível uma vez que alimentos ricos em proteínas como a soja, precisavam de preparos ainda não completamente desenvolvidos por nossos ancestrais.
      É inegável comparar a capacidade de raciocínio maior de animais com uma grande proporção cérebro/corpo dentre os demais vegetarianos. Os alimentos sintéticos são um produto da tecnologia, assim como nosso produtos industrializados de hoje. A solução para não nos tornarmos vítimas da falta de escrúpulos das grandas coorporações é estimular a pesquisa e baratear o preço da transofrmação da matéria prima. Desta forma, pequenas empresas poderiam participar da síntese de alimentos. Mas concordo que a agricultura de subsistência também deveria ser largamente estimulada, inclusive com programas que permitam a produção orgânica com suporte financeiro dos estados. Enfim, estamos no caminho certo, mas é uma longa jornada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s